24 de nov de 2016

Economizar dinheiro no intercâmbio

Sonho de muitos jovens e estudantes, o intercâmbio é sinônimo de aprendizado e a possibilidade de conhecer novos idiomas e culturas. A viag... thumbnail 1 summary
Sonho de muitos jovens e estudantes, o intercâmbio é sinônimo de aprendizado e a possibilidade de conhecer novos idiomas e culturas. A viagem, porém, envolve gastos com o curso, estadia, alimentação e outros itens do seu dia a dia. Para aproveitar o período com tranquilidade e dentro do orçamento, confira 10 dicas para economizar dinheiro durante sua viagem!



Planejamento

Com base na sua renda mensal é possível realizar um planejamento de gastos que seja compatível. A dica é montar uma tabela separando os itens essenciais dos não essenciais, anotando a quantia que deve sobrar para os casos de emergência ou imprevistos.

Este é um método simples, principalmente para os estudantes que normalmente têm uma quantia menor para ser gasta no local. Vale lembrar que esta tabela pode ser feita antes mesmo de chegar ao destino, a partir do momento em que estão decididos a moradia e a instituição de ensino.

Alimentação

Um dos itens que mais geram gastos para os intercambistas é a alimentação. Uma maneira eficiente de descobrir qual é a quantia média de dinheiro investida e calculando todos os dias, durante uma semana, quais foram os valores dos restaurantes e ingredientes.
Se você está hospedado em uma moradia, é interessante reunir alguns amigos e fazer refeições sem sair de casa, visando a diminuição dos gastos. Com o dinheiro economizado, é possível aproveitar para experimentar sem se preocupar pratos típicos da região, ou dos restaurantes mais famosos.
Outra dica para os estudantes é levar o seu almoço ou lanche para a instituição de ensino, em vez de comprá-los todos os dias. Alguns locais oferecem refeições gratuitamente – porém, há aqueles que não possuem esta vantagem, o que faz os seus gastos aumentarem consideravelmente.

Moradia

Muitas vezes vale a pena investir uma quantia maior em uma moradia que seja perto do local de estudo e/ou trabalho, do que economizar neste quesito e ter de gastar muito mais em transporte. Além disso, é uma garantia de segurança, já que não é necessário se deslocar tanto para chegar aos destinos.
Em todas as situações é importante pesquisar as alternativas de moradia. Para quem procura um intercâmbio universitário, muitas instituições oferecem quartos para os estudantes morarem no próprio campus. Há, também, a possibilidade de ficar em casas de nativos ou dividir apartamento com outros intercambistas.

Transporte

O mais barato é utilizar os transportes públicos locais, que tendem a dar fácil acesso a todas as regiões do local, principalmente quando se trata de grandes cidades e capitais. Além disso, muitos países oferecem uma estrutura excelente para a locomoção de ciclistas, meio de transporte que ajuda o meio ambiente – e também a ter uma vida mais saudável.

Conheça sua região

Para que você consiga encontrar os melhores preços na região onde você mora, o mais indicado é tirar um dia para conhecê-la. Explorar todo o comércio e as opções de serviços a pé é uma das maneiras mais eficazes, permitindo que você encontre boas opções e preços.

Cartões de desconto

Em vários países é possível encontrar cartões de desconto em lojas internacionais, restaurantes e serviços. Esta é uma maneira muito simples de planejar as suas compras sem gastar mais do que o seu orçamento permite, de forma que, a longo prazo, a quantia economizada possa ser investida em outros segmentos.
Além disso, existem os sites de compras coletivas que funcionam em outros países, e podem ajudar. Eles disponibilizam, diariamente, dicas e promoções para que você explore o local sem gastar muito. As grandes redes de supermercados da região também podem oferecer ótimos descontos, sobretudo nas compras online.

Descontos para estudantes

Um dos benefícios de ser estudante – “college student” – é que lojas, mercados e restaurantes situados nos arredores da sua universidade podem ter parcerias com ela, oferecendo a todos os seus alunos descontos e promoções especiais. Por isso, antes de fazer as compras, é importante se informar se a sua instituição possui um acordo com os comércios da região.
Outra maneira é utilizar os cartões de descontos a estudantes internacionais, que também podem ser aceitos em lojas, restaurantes e serviços em geral.

Alternativas

Para manter o orçamento, outra dica, é procurar sempre alternativas mais baratas. Marcas, cafés, restaurantes e mercados que oferecem produtos menos conhecidos – porém com alta qualidade – são benéficos para o seu bolso, se comparados aos demais. Assim, você também pode explorar, experimentar e conhecer novas possibilidades.

Diversão

Os momentos de diversão também devem ser bem planejados para que não haja surpresas indesejáveis e gastos exorbitantes. Se você quer sair com os amigos, vale lembrar que muitos bares e restaurantes oferecem happy hour; portanto, é importante verificar os dias e horários em que ocorrem as promoções.
Antes de sair, pensar na locomoção é essencial. Por isso, obter informações sobre os horários de funcionamento dos trens, metrôs e ônibus da cidade é necessário. Ficar atento ao relógio também, já que aproveitar as últimas viagens dos transportes públicos sai mais barato do que um táxi, por exemplo.

Apenas o necessário

Parece algo clichê mas, durante o intercâmbio, cortar os gastos desnecessários e supérfluos é essencial para que o seu orçamento não fique apertado. Mais do que isso, a economia pode ser decisiva para que, mais tarde, você consiga investir em passeios, conhecer outras regiões ou países próximos durante os dias de folga.

Nenhum comentário